Paulo Ohana é músico, cantor e compositor. Natural de Brasília, iniciou os estudos e
vivências musicais naquela cidade. Com uma passagem importante por Campinas, onde
se graduou Bacharel em Música Popular com habilitação em Voz pela UNICAMP,
atualmente vive em São Paulo.

Tem dois CDs lançados: Outros Ventos (2013), álbum autoral de canções assinado em
parceria com Gabriel Preusse, contrabaixista brasiliense radicado nos Estados Unidos; e
Trem Doido (2018), da banda de mesmo nome na qual é vocalista, que reúne versões de
músicas de compositores que fizeram parte do movimento musical mineiro Clube da
Esquina. O show de lançamento do disco Trem Doido, realizado no Sesc Campinas,
contou com a participação de Nelson Angelo, guitarrista e compositor de canções
imortalizadas na voz de Milton Nascimento, como Fazenda e Canoa Canoa.

Recebeu o prêmio de melhor intérprete no IV Festival de Música da Rádio Nacional FM de
Brasília (2012), com a canção A Estrela e o Homem, parceria dele com o cavaquinista
Pedro Vasconcellos, também premiada nos festivais de São José do Rio Preto (SP) e
Paranavaí (PR). Foi intérprete da canção Sé de Mariana (Carlinhos Campos/Victor Polo),
premiada em 2º lugar no I Festival da Canção Brasileira, realizado pelo SESI em parceria
com a EPTV, em setembro de 2018.

  • paulo ohana
  • paulo ohana
  • paulo ohana

Em Brasília, foi guitarrista e vocalista da banda Deuses da Kaaba; foi três vezes finalista do Festival Universitário de Música Candanga da Universidade de Brasília [Finca/UnB], com canções de sua autoria; compôs e executou trilhas para os espetáculos teatrais Não alimente os bichos [2011], O Homem Cadente [2012], e atuou no musical Rei David, dirigido por Hugo Rodas [2012].

Assinou a direção musical e atuou no espetáculo LGBT Manifesto Inapropriado, da Cia. Histriônica de Campinas, com direção de Rodrigo Mercadante [Cia. do Tijolo], cuja
temporada de estreia ocorreu no Teatro de Arena Eugenio Kusnet de novembro a
dezembro de 2017, na cidade de São Paulo.

Como compositor, possui diversos parceiros, dentre os quais se destacam o cantautor
campineiro Lucas Madi, a cantora e compositora brasiliense Letícia Fialho, e Pedro Martins, guitarrista brasileiro premiado no Festival de Jazz de Montreaux [Suíça] em
2015, em cujo álbum Vox, assina as letras das faixas Esqueça e K7 Dreams.

Realiza desde 2016 o show solo Pólis, com canções autorais inéditas, no qual dialoga
com outras linguagens, especialmente a poesia e o teatro, e com o qual circulou por dez bibliotecas públicas municipais de São Paulo pelo projeto Biblioteca Viva em 2018, além
de apresentações em Brasília, Campinas, Curitiba, e cinco cidades de Minas Gerais.

FALE COM O CANTO

[Dúvidas sobre cursos, marcar uma visita, saber

sobre nossa agenda, falar um oi...]

#VEMPROCANTODOBRASIL

[Coisas de curtir, compartilhar, agenda da escola, shows dos professorxs, shows de alunxs e ex-alunxs y otras costas más]

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

[Tira a gente do spam que prometemos não encher sua caixa!]

Teclado de Computador

FALE COM O CANTO

[Dúvidas sobre cursos, saber sobre nossa

agenda, falar um oi...]

Estojo para telefone

#VEMPROCANTODOBRASIL

[Coisas de curtir, compartilhar, agenda da escola, shows dos professorxs, shows de alunxs e ex-alunxs y otras costas más]

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

[Tira a gente do spam que prometemos não encher sua caixa!]