Música se realiza coletivamente.

Ainda que o processo composicional seja solitário ou a execução seja a de um solista, a música acontece, de fato, quando é ouvida. Tal e qual a poesia. Existe nesta realização um processo imensurável de troca entre o executante e o ouvinte que faz de cada efetivação musical um momento único.

A aula individual atende tais padrões quando em si obedece à troca entre professor e aluno. No entanto, a particularidade inerente ao processo de aprendizado pode exigir dinâmicas de partilha que esta relação a dois nem sempre pode compreender.

Pensando nisso, a equipe de professorxs do Canto do Brasil criou aulas de canto coletivas, as Turmas do Canto. São aulas de técnica vocal aliadas a prática perceptivo-musical e desenvolvimento de repertório que se realizam com grupos de três a quatro pessoas no decorrer de uma hora-aula e são ministradas por toda a equipe.

"Música sempre se fez em grupo e no rico processo de ouvir, interagir e criar. Propomos, nas aulas coletivas, não a formação de ídolos, mas de seres humanos sensíveis e criativos, com instrumentos vocais capazes de expressarem estes conteúdos. Nossos colegas são nosso espelho: projetamos neles nossos desejos e enxergamos nossos próprios defeitos e limitações. Por fim, compartilhar com eles o peso desta responsabilidade que é expor-se torna o aprendizado musical e o desenvolvimento da técnica vocal mais leves e divertidos!"

Bruna Prado

#VEMPROCANTODOBRASIL